sábado, outubro 31

UM HOMEM, UMA REVOLUÇÃO.


Idade Média, séc. XVI. A Basílica de São Pedro, em Roma, está sendo construída e para custear as despesas o papa Leão X tem uma brilhante idéia: vender indulgências. Assim, comprando um documento de indulgência assinado pelo Papa, a pessoa garantia seu lugar no céu, e poderia também garantir, desde que comprasse mais indulgências, o lugar de seus familiares vivos ou mortos. Conclama-se o maior marqueteiro da época, o dominicano Tetzel, na Alemanha, e essa bestialidade começa a ser vendida. Tetzel chegava a cantar: “quando a moeda na caixa tilintar a alma do purgatório vai saltar”. O povo pobre e crédulo da Alemanha, enganados pelos truques de prestidigitação (mágica) de Tetzel, e seus dotes propagandísticos, acorre para comprar aos montes. As caixas de Roma se enchem, o Papa Leão X exulta e luxa, e a população se afunda cada vez mais nas trevas da ignorância.

Wittemberg, Alemanha. Um sacerdote lê a Bíblia e a explica para o povo de sua paróquia. Ele fala a língua do povo, e diz que a salvação é apenas através da fé na obra redentora de Cristo, que não pode ser comprada ou vendida, mas se aceita a mesma em arrependimento, convicção de pecados e obediência a Deus. Ele escreve um tratado em 95 teses e o prega na porta da capela do castelo da cidade, local público para que fosse visto pelo maior número de pessoas possível. Era o dia 31 de outubro de 1617, e o homem era Matinho Lutero.

A partir desse episódio estava começando a maior revolução religiosa da história, surgia o Protestantismo. Agora passa a ser ensinado que só a graça é a fonte da salvação; só a fé, é a “mão” que a recebe; só as Escrituras são as palavras de Deus; só Cristo é o Salvador e o caminho para o céu; e só a Deus deve-se dar toda a glória. Eram estes os pilares da Reforma que começavam a ressoar por todo canto. Um homem guiado por Deus fez uma revolução.

Neste mês, quando os Protestantes de todo o mundo lembram desta data, que o mesmo Deus que usou Lutero e lhe deu coragem, dê coragem aos pastores sérios desse país para fazer uma santa revolução novamente, pois o estado da igreja carece. Que pastores e membros se disponham nas mãos do Senhor, pois a igreja precisa. Será que você será o Lutero desta geração? Pregue o evangelho bíblico, fuja dos subterfúgios e invenções modernas, fuja da religião mágica das igrejas neo-pentecostais, e ministérios estranhos modernos, fuja das “igrejas” que só visam dinheiro e bênçãos materiais, volte-se para a Bíblia como única regra de fé e prática, lida e respeitada no seu contexto e mensagem. Volte-se para o evangelho de Cristo e dos apóstolos que pregavam arrependimento e conversão, não um mero levantar de mãos em um culto, mas a transformação da vida em adoração a Deus.

Este é o tempo, esta é a hora. Se você espera grandes coisas de Deus, ouse grandes coisas para Deus.

Joelson Gomes

Graça Plena

sexta-feira, outubro 30

POR REFORMA HOJE



No dia 31 de outubro de 1517, portanto a 492 anos atrás, Lutero apresentava as famosas 95 teses ao mundo. Deflagrava com este ato a maior reviravolta que a história do cristianismo jamais viu igual.

Inconformado com o que o Catolicismo romano tinha feito do cristianismo, e movido por um extremo apego às Sagradas Escrituras, Lutero não pôde ficar calado, e falou em alto e bom som que a Igreja precisava rever seus pressupostos e achar o caminho que havia se perdido.

Hoje, nestes 492 anos passados, estamos sentindo falta de um homem como Lutero, pois parece que a Igreja está perdida de novo. O estado em que vive a cristandade não é alentador, é periclitante. Vivemos a era ideal para que surja um “homem” mas, está faltando um “homem” para a era. A Reforma nunca foi tão necessária de novo. Hoje a Igreja bate cabeça em áreas como:

1- Teologia - A Teologia reformada hoje é peça de museu para a maioria. A falta de doutrina em nossas igrejas é gritante, fora os ensinamentos não bíblicos. O evangelho hoje não é o de Paulo, Lutero, Calvino, J. Edwards, R. Kalley, etc. Campeia a heresia na seara do Senhor.

2- Pregação - Se a teologia vai mal, a pregação que é reflexo da mesma, idem. Onde está o evangelho bíblico? Onde está a exposição bíblica respeitado texto, contexto e hermenêutica? Veja 1Tm 4:13. Inventaram até uma coisa que é “evangelho sem doutrina”.

3- Respeito a Palavra de Deus - Veja a atitude de Josias (2Cr. 34: 19-21), Josafá (2Cr. 17: 7-9), e do povo de Israel (Ne. 8). Hoje a Palavra de Deus é uma coisa qualquer, se quer mesmo é cantar. Até tem aquele mote “O tempo de cantar chegou”. Quantos Louvorzões? Já ouviu falar de Pregaçãozão? Eu não. E ainda dizem que amam ao Deus da Palavra. Como podem se a Pregação a Bíblia é esquecida e a igreja nem sabe abrir a mesma para achar os versículos? É uma lástima.

4- Adoração- Na Reforma de Josias o culto foi restaurado por completo (2Cr. 35: 1-19). Como andam nossos cultos? As coisas são feitas para a adoração a Deus ou vale tudo conquanto que atraia o maior número de pessoas possível? Nossa adoração reflete nossa perspectiva de Deus? O centro do culto é Jesus Cristo? Quando vou ao culto vou DAR meu culto a Deus ou vou RECEBER, BUSCAR minha bênção? Isso mostra a quantas andam as reuniões de hoje.

5- Música - Alguém já disse que uma igreja é modelada pelos hinos que ela canta. Se for assim, devemos antes de cantar qualquer coisa que o mercado “gospels” nos empurre, pensar duas vezes. Esta músicas que só dizem “receba”, e só usam o pronome “EU’, ou a frase “você vai vencer” e a palavra “vitória”, são canções de adoração? Ou são uma cantilena egoísta que só visa dar ares de conquistador a quem canta colocando-o no lugar de Deus e no centro da música? Adoração é dada a quem? A Deus ou quem canta? Quem é o centro das músicas cantadas hoje? Veja o que significa a palavra adoração em um dicionário e compare com que se canta nas igrejas.


É queridos, não é fácil, mas oremos a Deus para termos a coragem de um Josafá (2Cr. 17:6), de um Ezequias (2Cr. 30:14), de um Josias (2Cr. 34: 3-5), de um Lutero. Que tenhamos coragem para afastar tudo o que não agrada a Deus de nossas vida e culto, e assim poderemos dizer que fazemos parte de uma igreja Reformada e Protestante, ou melhor, que fazemos parte da Igreja de Deus. Caso contrário corremos o risco de fazer barulhos e mau cheiro e dizer que é culto ao Senhor.

Joelson Gomes

quinta-feira, outubro 29

Ilustração: LIÇÃO DE AMOR!



Uma filhote de tigre abandonado pela mãe em um zoológico japonês encontrou o amor incondicional em uma vizinha improvável -- uma fêmea de buldogue francês. A tigresa de bengala, nascida no sul do Japão, recebeu os primeiros cuidados dos funcionários do zoológico, depois de ter sido abandonada por sua mãe. Mas a filhote logo encontrou amor na buldogue de 2 anos do zôo, chamada Nana.
“A Nana tem um instinto maternal muito forte”, disse Yuki Matsumura, na época a responsável pela pequena tigresa no zoológico de Shirotori. A buldogue ficava parada enquanto a tigresinha se aconchegava para tomar seu leite. Nana, que dera à luz recentemente a um filhote que nascera morto, devia pensar que a tigresa era sua filhota de verdade.
O amor não tem raça, nem preconceito, nem faz diferença alguma. O amor não é algo cultural, nem explicável por quaisquer razões humanas, pois ele é de natureza divina. Inexplicável, e talvez por isso mesmo,maravilhosamente belo! A Palavra de Deus nos fala de vários tipos de amores possíveis: o amor Ágape, que representa o amor divino de Deus através de Seu Filho, seres humanos e aos cristãos em geral; o amor Fileo, que significa “ ter ardente afeição e sentimentos --- um tipo de amor impulsivo, natural, humano, que temos por um irmão, um amor fraternal”; o amor Eros, que refere-se ao amor erótico, sexual, ou o desejo sexual entre um homem e uma mulher.
O verdadeiro amor, como o mostrado na Bíblia, não é focado em si mesmo, nos próprios sentimentos, nem emoções, mas é, ao invés disso, direcionado para os outros --- é o amor-doador, o amor que deseja servir e cuidar sem querer nada em troca. O verdadeiro amor é descrito em I Coríntios 13: 4-8.
Amor Eterno é assim: tira para doar, mas para doar muito mais daquilo que tirou. Pois
é sabido que aqueles que não mostram o seu amor não podem amar.
O mais lindo disso tudo é que, como cristãos, amamo-nos uns aos outros, sem ao menos nos conhecermos!

quarta-feira, outubro 28

Devocional do Elias - Consolados para consolar

Consolados Para Consolar
Elias Rodrigues

[Bendito Seja Deus] Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus. 2 Cor. 1:4

Como é bom adorar ao Senhor, e andar com Ele dia após dia.
O Senhor cuida de nós, não somente como criaturas feitas pelas mãos Dele, mas sim como filhos.
Em todo momento Ele está ao seu lado te protegendo, te guardando, te ensinando e te consolando.
Mas aquilo que recebemos do Senhor, ele quer que compartilhemos com os outros.
Assim como Cristo nos pede para dividirmos, e compartilharmos a sua mensagem e a sua cruz, o Senhor nos mostra que quando Ele nos consola, Ele quer que usemos a consolação Dele para consolar outros.
Tenho certeza que você já passou por momentos tenebrosos e difíceis em que o Senhor te ensinou e consolou seu coração.
Então não guarde isso somente para você, se você foi consolado pelo Senhor, Ele está esperando você compartilhar isso com outros que passam pela mesma situação.
Você fazendo isso fará com que muitos conheçam o poder transformador de Cristo, e a vão entender como é bom ter o Espírito Santo consolador ao nosso lado.
Então não perca tempo, e seja um instrumento de benção consolando alguém com o consolo que Ele te deu.
Se Deus falou com você através desta mensagem, faça outros ouvir a voz DELE.. Encaminhe

Que Deus te abençoe Muitíssimo.

Elias Rodrigues
www.eliasrodrigues.com.br (cadastre-se e receba meus devocionais diariamente)

quarta-feira, outubro 21

Ilustração: DESAFIOS!


Os japoneses tinham um problema. Estava cada vez mais difícil conseguir um de seus alimentos prediletos: peixe fresco, o ingrediente primordial para sushis e sashimis. Devida à poluição das águas que circundavam o Japão, os cardumes tinham migrado para muito longe. Para não deixar o país desabastecido, os japoneses aumentaram o tamanho dos navios pesqueiros e foram atrás de atuns, linguados e robalos. Obviamente, quanto mais longe iam, mais demoravam para voltar. É certo que traziam os peixes, mas eles não eram frescos e, por isso, os japoneses não gostavam.
Para resolver esse problema, as empresas de pesca instalaram congeladores em seus barcos. Esses imensos freezers, além de dar mais autonomia e mais capacidade aos barcos, também evitariam que os peixes estragassem. Tudo isso de fato ocorreu, mas os japoneses também não gostaram do sabor dos peixes congelados. Um dia alguém teve uma idéia: se o problema é manter o peixe fresco, porque não colocar tanques com água salgada nos barcos? Assim, os peixes retirados do mar seriam depositados nesses imensos aquários e, por mais que a viagem demorasse, chegariam vivos e frescos em terra firme.
O plano parecia infalível. Mas não foi. Ninguém previu que, espremidos como sardinhas em lata, os peixes, por falta de espaço, paravam de se debater e morriam, vencidos pelo cansaço. E a carne desses peixes tinha gosto de abatimento e apatia, não de frescor.
Esse era o problema. Imagine agora que você fosse chamado para resolver esta questão. Se fosse contratado pela indústria pesqueira japonesa, o que proporia? Eis a solução. Atualmente, os barcos ainda mantêm os peixes dentro de tanques. A diferença é que, dentro de cada tanque, além de uma quantidade menor de peixes, também é colocado um pequeno tubarão. O tubarão come alguns peixes, mas os que nadam alucinadamente para fugir daqueles dentões chegam vivos, e muito vivos! Além de frescos (com sabor, com gosto). Isso ocorre porque esses peixes, ao contrário dos anteriores, são desafiados a sobreviverem.

Como os peixes dentro do aquário com o tubarão, o cristão só progride em ambientes desafiadores. Fora deles, tende a acomodar-se. Quantas vezes não ouvimos falar de ministérios que foram afundados, simplesmente porque não souberam atentamente vigiar? Não conseguiram enxergar as ameaças que os rondavam. Isso não aconteceria se as pessoas estivessem constantemente vigiando, orando, revestindo-se do poder do alto, sobrevivendo (num mundo ao qual não pertencemos).
Em vez de fugirmos dos problemas, encaremos nossos desafios. Enfrentemos os inimigos que se postam no meio de nossa trajetória espiritual. Repensemos na nossa jornada.
O tubarão, quando persegue o peixe, faz, inconscientemente, com que o peixe tenha gosto, conserve o seu sabor. Nós, cristãos, somos o sal da terra e a luz do mundo, por isso não podemos nos acomodar jamais. Lutemos para prosseguir rumo aos céus ilesos, “com sabor”, pois sempre haverá um tubarão no nosso tanque.

segunda-feira, outubro 19

Devocional do Elias - Silêncio de Deus


Silêncio de Deus

Escrito por: Elias Rodrigues


Pagina branca da bíblia. (Divisão do novo e do antigo testamento)


Existem na bíblia, muitos momentos em que o Senhor se calou para pessoas, reis, profetas e para o povo.
Hoje, quando preparava este devocional, o Senhor me levou até a página branca da bíblia que divide o Novo e o Antigo Testamento.
Esta página significa os 400 anos de silencio de Deus desde o livro de Malaquias até o livro de Mateus.
Porém, enquanto Deus estava em silêncio o povo se esquecia Dele e começava a se corromper, esquecendo-se das promessas e da lei.Não é isso que o Senhor quer que aconteça conosco.
Existem momentos em nossas vidas que desejamos ouvir respostas, esclarecimentos, promessas, e direções do Senhor e justamente neste momento o Senhor resolve ficar em silêncio, mas isso não significa que Ele esqueceu de nós, mas que Ele nos observa para ver nós buscando ainda mais a presença Dele e não para nos fazer desistir de andar no caminho.
No Silêncio o Senhor quer que nos lembremos das antigas promessas, e daquilo que ele já nos orientou, para que quando este silêncio passar possamos viver o novo de Deus.
Assim como antes do Silêncio teve a lei e os profetas, e após o Silêncio veio o novo que é Jesus, O Senhor quer fazer coisas absolutamente novas e incríveis desde que não nos desviemos daquilo que é o propósito Dele.
Está vivendo em silêncio?? Então traga a memória o que Ele já disse antes de se calar..
Quer saber o que Ele já disse?? Leia a bíblia.

Que Deus te abençoe Muitíssimo.

Abraços

Elias Rodrigues

http://www.eliasrodrigues.com.br/ - Cadastre-se e receba devocionais diariamente em seu e-mail.

sexta-feira, outubro 16

Carta de Bonhoeffer


Carta escrita por D. Bonhoeffer no presídio de Tegel (Berlim) para Eberhard Bethge em 21 de julho de 1944.

"Lembro-me de uma conversa que tive há 13 anos na América com um jovem pastor francês".
Simplesmente, nos pusemos a perguntar um ao outro sobre o que afinal desejávamos da vida.
Então ele disse: eu gostaria de tornar-me um santo (e eu acredito que ele o conseguiu).
Aquilo me impressionou profundamente. Mesmo assim eu me opus e disse, com efeito, que eu gostaria de aprender a crer. Por muito tempo não compreendi a profundidade deste contraste.
Pensei que pudesse aprender a ter fé, vivendo eu mesmo algo como uma vida santa....
Mais tarde eu experimentei e experimento até este momento que só vivendo plenamente neste mundo aprendemos a crer. Quando desistimos completamente de fazer algo importante de si mesmo, ou seja, ser um santo ou um pecador convertido ou um eclesiástico, um justo ou um injusto, um doente ou são. Viver plenamente neste mundo significa viver na plenitude das tarefas, dos problemas, dos sucessos e fracassos, das experiências e perplexidades, assim nos lançamos completamente nos braços de Deus, e não mais levamos tão a sério os nossos próprios sofrimentos, mas levamos a sério o sofrimento de Deus no mundo, e então vigiamos com Cristo no Getsêmani e penso que isto é fé, isto é arrependimento. Assim nos tornamos cristãos e homens. Quem se tornaria arrogante com os sucessos ou desanimado com os fracassos, tendo uma vida assim, participando dos sofrimentos de Deus?
Creio que entendes o que quero dizer, mesmo que o diga assim em poucas palavras. Sou muito grato por ter podido descobrir isso e sei que só o pude mesmo reconhecer no caminho que tive de andar.
Por isso lembro com gratidão e em paz do que passou e permaneço assim no presente....
Deus nos guie com sua bondade através dessa época, mas acima de tudo Deus nos guie até a sua presença.

Fonte:
Sociedade Bonhoeffer [via Práxis Cristã]

Devocional do Elias - Prato de Lentilhas


Prato de Lentilhas
Escrito por: Elias Rodrigues

Então Jacó serviu a Esau pão com ensopado de lentilhas. Ele comeu e bebeu, levantou-se e foi.Assim Esaú desprezou o seu direito de filho mais velho. Gn 25:34

No antigo testamento, a maior benção que a pessoa poderia ter em sua vida era ser o filho primogênito, ou seja, o primeiro filho de um casal.
Este nascido primeiro tinha o direito sobre a benção do pai, tinha a herança das terras, e receberia vários privilégios.
A Bíblia nos conta a história de dois irmãos, e um destes vendeu a sua primogenitura, ou seja, vendeu todo o seu direito de ser abençoado por um simples prato de lentilhas.
Sempre recebemos várias bênçãos do Senhor, a bíblia diz que fomos feitos filhos de Deus, e somos co-herdeiros de Cristo, isto é, temos uma herança com o Senhor que é a nossa morada no céu junto com o pai celestial.
Mas as vezes, algumas "necessidades" e fraquezas aparecem e nosso caminho e o mundo oferece vários tipos de lentilhas para vendermos a herança que Deus tem para nós, e é neste momento que precisamos ser fortes para não trocarmos as grandes coisas que iremos receber por um simples prato de lentilhas que logo após ser consumido, perderá o seu valor.
Não sei qual é o tipo de lentilhas que estão te oferecendo para você se afastar de Deus, mas saiba que NADA tem mais valor do que aquilo que Deus tem para lhe oferecer.
Não deixe a lentilha do vício, da prostituição, da mentira, da inveja e do pecado lhe dar água na boca.. Pois Deus tem muito mais que isso para você.Ele não te dará apenas lentilhas, mas sim coisas que você nunca experimentou antes e que fará de você uma pessoa abençoada.

Que Deus te abençoe Muitíssimo.

Abraços


http://www.eliasrodrigues.com.br/ (Cadastre-se e receba diariamente)

quinta-feira, outubro 15

A EXPERIÊNCIA

Toda experiência é válida quando traz resultados positivos, benéficos, construtivos sem denegrir o ser humano, roubando-lhe a Fé em Deus, minando-a, enfraquecendo-a e infamando o respeito por outro ser humano.

Os justos meios usados no experimento, tornam os fins justificados.

Não compactuo com a idéia de que os Fins que quero, justificam os meios, mesmo os errados e falhos!

Roubar é justificado se quero enriquecer?

Maquiavel em seu livro “O Príncipe”, propugna esse ideal de que “os fins justificam os meios”! Aliás, teoria essa corroborada por muitos de nossos políticos e suas “politicálias”, tais como, “Dollar na Cueca”, “Política sanguessuga”, “Lavagem de dinheiro”, “Falcatruas”, “Trapaças”, “Desonestidade na Votação”, são meios que não tornam justas as atitudes, os sonhos e ideais de ser político no Brasil, ou em qualquer outro País, e de ser gente bem e próspera!

Passando esta experiência para o âmbito da Fé, para a linguagem da Fé, não é através de qualquer meio que vou provar que Cristo existiu, nasceu, viveu, morreu e ressuscitou após a Sua morte, para nos salvar!

O Fim que anseio não torna justo o meio que emprego para atingi-lo. Por exemplo, a vontade de prosperar, ser rico, não nos dá razão para roubar, matar, destruir outras vidas!

A mentira, a hipocrisia, a idolatria, a feitiçaria, a “nova era”, a Yoga, a Teosofia, podem até citar o nome de Cristo, porém, essas “Técnicas” não provam o Sacrifício Vicário de Cristo, a Morte Substitutiva de Jesus, pelo contrário, elas substituem Cristo por outros seres nada santos!
Os Profetas do Velho Testamento foram meios Justos usados por Deus e, suas vidas e seus exemplos tornaram Jesus Cristo de Nazaré, Justificador de sua Fé!

Sou Justificada hoje, no presente, pela Entrega e Morte de Cruz do Messias, ontem, no passado, por Amor a mim e à humanidade!

Jesus foi o meio usado por Deus para nos Salvar, Remir, Curar e Libertar.

Se anseio pela Vida Eterna, o Único Meio, o Único Caminho é JESUS!

Usar a Caridade, as Obras como meio de Salvação é ineficaz, é equívoco!

Sonhar ser rico, não justifica roubar para sê-lo, não me torna justo diante de um tribunal, não me salva e nem me redime da Lei dos Homens e de Deus!

Desejar a Paz, a tranqüilidade no lar, não justifica o meio de passar a mão na cabeça e dizer “sim”; uma permissividade sem disciplina, sem exortar e ensinar.

Todas as experiências na Vida, devem ser meios que tornem válidos os fins pelos quais agimos ou intencionamos agir.

Em se tratando de Fé, de atitudes corretas, só a Palavra de Deus é o Meio que nos leva ao conhecimento de Sua Vida e, que almejamos, seja a nossa vida, igual diante do Pai, com porcentagem de acerto maior que quando buscamos no mundo a resposta para uma vida verdadeira em Paz!

Opto por experiências de vida sob direção e planejamento Divino, e não quero vencer sob uma ótica equívoca e Maquiavélica!
O QUE É SER UM CRISTÃO DE VERDADE? - Alzira Sterque

A propagação do eco

"E {Jesus} tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana apareceu primeiramente a Maria Madalena da qual tinha expulsado sete demônios. {E}partindo ela anunciou-o aqueles que tinham estado com ele os quais estavam tristes e chorando. E ouvindo eles que vivia e que tinha sido visto por ela não o creram. E depois manifestou-se noutra forma a dois deles que iam de caminho para o campo. E indo estes anunciaram-no aos outros mas nem ainda estes creram. Finalmente apareceu aos onze estando eles assentados juntamente e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado. E disse-lhes: Ide por todo o mundo pregai o evangelho a toda a criatura." (Marcos 16:9-15)

Quanto tempo dura um eco??? Por quanto tempo uma mensagem pode permanecer viva??? A resposta é: “Pelo tempo que for necessária e que a mensagem for passada”. O eco dura alguns instantes mas quando repassado pode durar uma eternidade.

Assim é a mensagem de salvação. A cada dia ela tem que ser repassada com mais força e assim como o anúncio de que Cristo não estava mais no túmulo continua a se propagará mensagem da salvação através deste mesmo Cristo ressureto deve ser propagada por todo aquele que crê em Cristo.

Vejo todos os dias pessoas que são muito dedicadas em suas orações entretanto quando se trata de levar o Senhor Jesus a outros se intimidam pois não querem ser conhecidos como “crentes”. Não se trata da timidez pois já é mais do que claro que Deus capacita dos escolhidos na Bíblia temos diversos exemplos disto. Trata-se de disposição. Eu me disponho a servir, digo ao Senhor de todo o coração: “Senhor, capacita-me para que eu possa te servir pois este é o desejo que tenho de todo meu coração”e me lanço sem medos pois sei que o desejo profundo de servir a Deus será realizado. Eu O servirei e O honrarei.

O primeiro passo tem que ser meu. Eu vou ao encontro de Deus. Eu desejo ardentemente servi-Lo e vou para isto. Me direciono e vou. Simples não é? Em um mundo como o atual as pessoas podem até não adimitir ou saber mas elas precisam de Deus em suas vidas acima de tudo e antes de mais nada. Vamos levar Jesus a elas. Vamos apresentar a elas o prazer que é ser filho deste Deus maravilhoso. Vamos propagar o eco até a volta do Senhor!
Rogério Bolanho
www.vaiarrebentar.com.br
VAI ARREBENTAR!!! Acessou??? Arrebentou!!!

Guardiões da Fé
"Não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos como vos falou, estando ainda na Galiléia, dizendo: Convém que o Filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, e seja crucificado, e ao terceiro dia ressuscite. E lembraram-se das suas palavras. E, voltando do sepulcro, anunciaram todas estas coisas aos onze e a todos os demais. E eram Maria Madalena, e Joana, e Maria, mãe de Tiago, e as outras que com elas estavam, as que diziam estas coisas aos apóstolos." (Lucas 24:6-10)

Quanta honra coube a estas mulheres! Que privilégio espetacular lhes foi concedido. Dizer ao mundo que Nosso Senhor ressuscitou e que não se encontra mais no frio túmulo é uma honra. Esta honra pertence por herança a todos os que pregam o Evangelho e anunciam a boa nova aos que tem o coração quebrantado. "O Espírito do SENHOR Deus está sobre mim, porque o SENHOR me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados;" (Isaías 61:1). Portanto, você que recebeu a unção do Senhor, que foi separado desde o ventre, "Assim diz o SENHOR, que te criou, e te formou desde o ventre, e que te ajuda: Não temas, ó Jacó, servo meu, ó amado, a quem escolhi." (Isaías 44:2), a levar a boa nova tem o dever de levar a boa nova: “Não está morto, mas rescucitou!!!”.

O próprio Deus exata aos que levam a boa nova quando diz “Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.” (Romanos 10:15). Tome posse desta tarefa e da honra que é poder anunciar que o Nosso Senhor e Salvador venceu a morte. Façamos da ordem "E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura." (Marcos 16:15) a mais importante instrução deixada pelo Senhor Jesus.

Publicado originalmente em http://www.bolanho.flog.br/rogerio/?p=2172


Rogério Bolanho
www.vaiarrebentar.com.br
VAI ARREBENTAR!!! Acessou??? Arrebentou!!!

Guardiões da Fé

O Crente Total Flex


Quando Jesus me fez o convite para fazer parte da família de Deus, no inicio fui meio que relutante, mas logo cedi ao chamado do Senhor Jesus e comecei a congregar na Igreja que estou até hoje. O que me alimentou nesse tempo todo? A Palavra de Deus!
Este é o combustível, o alimento espiritual do crente em Jesus Cristo, salvo pelo seu sangue, a Sua Palavra, e ela é única.

Infelizmente, talvez, eu, e você que lê este artigo, e outros poucos, sejam exceção neste mundo “Cristão Gospel Flex”.

Falo isso porque constatei, durante estes anos todos, um tipo de crente que está na moda: “O Crente Total Flex”. Esse aceita qualquer evangelho! Não importa a qualidade do alimento, ele não olha para isso, ele olha para o resultado imediato: “com esse, encho o tanque, e ando mais uma semana!”.

O crente total flex, não tem pouso fixo, ele pula de igreja em igreja atrás de uma “promoção” de benção melhor. Quando a igreja faz propaganda de milagres então; lá está o crente flex! Quando anunciam quebra de maldição, lá vai o crente flex com a suas correntes, quando a promoção é regressão, ele já está deitado no “divã” da igreja, quando é possessão, lá vai ele expulsar os “caronas”. Quando é caroço então, nem se fala; já apresenta a mão, (aqui está a minha mão).

O crente flex não se alimenta da palavra. Ela (a palavra de Deus) é o único combustível que pode dar a vida eterna, mas ele prefere viver neste mundo perene.

Ele prefere dizer que se alimentar destes muitos tipos de combustíveis sai mais em conta e o lucro é maior. O combustível da Palavra de Deus é muito caro e trabalhoso, e requer fidelidade – (coisa que ele não admite ter com ninguém). Ele não atenta para os benefícios à longo prazo da Palavra que liberta o motor e limpa todas as peças emperradas pelo pecado.

O crente flex não quer isso, quer mesmo é trafegar para lá e para cá, para lá e para cá, até Jesus voltar.

A nossa oração é para que este tipo de crente saia de linha, e, o que sobrar ainda rodando, caia no desuso, para que, através do combustível verdadeiro que é a Palavra de Deus seja aperfeiçoado e possa ser exportado, com Jesus, para o céu.



***

PC@maral

Meu Erro...Minha dor!

Erro quando penso que os outros conseguiram entender o que se passa dentro de mim.

Penso que conseguiram entender minhas angustias, minhas decepções;

Mais não entendem porque as minhas decepções são minhas, eu criei a expectativa e ela me quebrou;

Quando estou fraco penso que entenderam o motivo da minha fraqueza, mais ao contrario falam que nunca vou conseguir vencer assim, por que sou fraco!

Falam que não posso demonstrar a minha fraqueza, que tenho que ser forte nos tempos de tribulação,

mas o interessante é que o mesmo Paulo que eles falam ser um homem espiritual, falou que é na nossa fraqueza que somos fortes, e também fala que abertamente de seus erros, " o bem que devo fazer este não faço mais o mal que não devo cometer isso que cometo".

O meu maior erro é que penso que as pessoas me entenderam, provavelmente você que me lê nem entendeu o porque deste texto(desabafo)!

A dor na sua essência só é sentida na primeira pessoa do singular!

Anderson Menger

www.andersonmenger.tk

andermenger@ig.com.br

Anderson Menger

quarta-feira, outubro 14

Devocional do Elias - Lavando as Vestes



Lavando as vestes
Escrito por: Elias Rodrigues
Em todo tempo sejam limpas as tuas vestes, e nunca falte o óleo sobre a sua cabeça. Ec 9:8


Como é gostoso andar com roupas bem limpinhas, cheirosas e perfumadas.
Andar bem vestido nos faz bem, nos deixa melhor aparentemente e chama a atenção das pessoas que estão ao nosso redor.
Porém, melhor do que andar bem arrumado, e com as vestes limpas, O Senhor nos aconselha a andarmos com nossas vestes espirituais limpas, e com o óleo (Espirito Santo) Sobre a nossa cabeça.
Assim como nossas roupas externas precisam ser lavada sempre que sujam, devemos lavar as nossas vestes espirituais com o Sangue de Jesus Cristo, pois é ELe que perdoa os pecados e limpa nossas vestes.
Não deixe o molho do pecado, a graxa da mentira e a gordura do mau testemunho sujar as suas roupas espirituais, mas que elas estejam sempre limpas e prontas para serem usadas.
Peça para o Senhor lhe dar o alvejante da sabedoria, o sabão da vigilancia, e o amaciante da fé e jogue suas roupas nas mãos do Senhor, deixe ele esfregar, limpar e torcer pois com certeza as suas vestes ficarão limpas como nunca ficaram antes.
E que o Espirito Santo esteja sobre ti, evitando que sua roupa se contamine novamente, mas que seja sempre limpa.
Que Deus te abençoe muitissimo.
Abraços
Elias Rodrigues

DELETE

Se houvesse uma tecla DELETE para as coisas ruins de nossa vida, já estaria muitíssimo gasta.
A cada dia que se passa vemos, mais coisas que nos anojam e uma sociedade sem reação.
Políticos nos seus castelos, como senhores feudais, dizendo que a opinião da plebe não importa. Para esses a tecla deveria funcionar (Esses nós poderemos deletar nas próximas eleições)

Assaltantes matando sem dó, misericórdia, nossa policia medrosa e corrompida, a lei só está escrita, mais não sendo comprida.
As leis numa sociedade, nunca resultaram em nada, se não forem cumpridas, agora o cumprimento delas, nos faz viver em harmonia.

Mais o pior de tudo é ver pessoas boas apertando o DELETE, para suas vidas. O que menos precisamos é que pessoas boas acabem se suicidando, mesmo com dificuldades, a vida foi feita para ser vivida.

Não deixe a correria acabar com sua alegria, aperte DELETE para a correria! Digo por experiência própria, a correria vai te levar ao stress! Utilize o DELETE e seja feliz!

Anderson Menger

andermenger@ig.com.br
www.andersonmenger.tk

terça-feira, outubro 13

A Parada



(Tiago 4: 12) “Há um só Legislador e um Juiz que pode salvar e destruir”.


Parada:- . Ação ou efeito de parar; Pausa; Interrupção.
. Desfile.
. Dinheiro apostado no jogo.
. Empresa arriscada, difícil.
. Reunião de tropas a serem passadas em revista.


Seja de nossa vontade ou não, há um dia em que se torna extremamente necessário apertarmos o botão “OFF” de nossas vidas; fazermos uma pausa, uma breve ou longa interrupção em nossa Marcha; e pressionarmos o “REPLAY” a fim de revermos nossa trajetória, através de uma “Parada Memorável”, no “Vidódromo* de nossa existência”!


Diante de nosso olhar perscrutador, investigador e analisador ou sem vontade e interesse nenhum, observamos cada fileira, cada pelotão, cada carro alegórico, cada manobra inteligente, perspicaz e sagaz ou néscia, burra, estúpida; observamos as pessoas participantes ou espectadoras dessa “Parada Reveladora” (Rhema)!

Passam, diante de nós, as paradas difíceis, árduas e as fáceis; aquelas em que nos sentimos realizados e vencedores; desfilam, frente aos nossos olhos, as paradas nas quais o desânimo e a derrota são visíveis em nossos corações, em nosso olhar!

Vemos alguns “Comboios” cantando, louvando e adorando o General das Nossas Batalhas; e, ouvimos, de outros “Comboios”, as lamúrias, as lamentações e murmurações em algumas passagens de nosso viver.


A Parada está se aproximando do Ponto Final - ou Inicial -!


É chegado o instante da Parada Obrigatória; o momento da Revista Geral Final!

Ansiedade...Expectativa: “O que será que Ele vai dizer, comentar? Qual será o Seu Pronunciamento, o Seu Veredito final a respeito da Minha Parada? Favorável? Negativo?...”

------“Psiu! Parado! Quietos! Ele vai se pronunciar!”

------“O quê? Hein??? Onde estou???”

------- “Bom dia! Está na hora de acordar! Você tem Compromissos (uma Grande Comissão*) inadiáveis”!


*desfile da vida

*Marcos 16: 15 a 18.

Devocional do Elias - Siga-O, e seja curado

Siga-O, e seja curado
Escrito por: Elias Rodrigues

E seguiram-no grandes multidões, e curou-as ali. Mt 19:2

No decorrer de nossa vida aprendemos várias coisas com as experiências, inclusive que toda ação causa uma reação.
A maneira como agimos, e as escolhas que fazemos refletem em nossas vidas de forma incrível.
Este versículo, nos mostra uma escolha que MUITOS fizeram quando viram Jesus passando pelas ruas.
Pessoas sem esperança, sem sonhos, com enfermidades no corpo e na alma, com medo, tristeza e decepções, começaram a Seguir Jesus e conforme o Seguiam o Senhor revelava a sua grande compaixão, o seu grande amor e sua infinita misericórdia.
O Senhor não esperava dias, nem semanas, mas no mesmo momento ele demonstrava o tamanho do seu poder liberando cura para os necessitados de cura.
Hoje não é diferente...
O Senhor se aproxima de nossas vidas sempre, diariamente, minuto após minuto nos convidando para segui-lo de coração sincero, e reto.
Quando Ele te convida, além de querer ficar ao seu lado, ele quer mudar toda a sua história, retirar todas as suas feridas, e matar todas as dores que assolam o seu viver.
Não perca mais tempo, siga Jesus, entregue-se a Ele totalmente, e Ele te curará.
Ele tranformará a sua vida e você nunca mais será o mesmo.

Que Deus te abençoe Muitíssimo.

Abraços

Elias Rodrigues
www.eliasrodrigues.com.br (em construção)
www.twitter.com/eliasrodriguess

segunda-feira, outubro 12

Devocional do Elias - Não se conforme - TRANSFORME

Não se conforme. TRANSFORME
Escrito por: Elias Rodrigues

E não sede conformados com este mundo, mas transformai pela renovação do vosso entendimento, Rm 12:2

Conforme vivemos no mundo e andamos com pessoas que não conhecem a Deus (trabalho, escola, etc..), vemos algumas atitudes que desagradam o coração do Pai e nos acostumamos com isso. O problema se torna ainda maior quando as atitudes do mundo se tornam as nossas atitudes.
Por motivos diversos, somos influenciados a agir de forma igual aos padrões deste mundo, mas o Senhor quer resgatar em nós o motivo pelo qual fomos criados.
O Senhor não quer que sejamos influenciados pelo mundo, pelo pecado, pela tendência da televisão, ou pelos padrões de comportamentos que nos afastam de Deus, pelo contrário, o Senhor nos chama para Transformar.
O Senhor está te convidando a revolucionar este século e transformar as pessoas que estão ao seu redor. O Senhor quer ver você influenciando e transformando vidas e não sendo influenciado.
Busque diariamente a renovação de sua mente através da palavra de Deus e de seus estatutos. Busque a intimidade com o Pai e assim como Cristo transformou o mundo, você pode também transformar vidas.
Não seja influenciado, influencie.
O Senhor quer te transformar, para você transformar vidas.

Que Deus te abençoe Muitíssimo.

Abraços

Elias Rodrigues
www.eliasrodrigues.com.br (em construção)
www.twitter.com/eliasrodriguess

Uma homenagem a todas as crianças de Deus

MISSIONÁRIO: SEJA FORTE!

sábado, outubro 10

O púlpito está vazio!


O púlpito está vazio! Essa é a minha sensação. Os pregadores que dominam as midias de massa não pregam mais o evangelho. Se desviaram, desceram do verdadeiro púlpito, construíram seus próprios púlpitos, onde pregam suas próprias mensagens e não as de Deus. Guiam o povo para longe do Supremo Pastor, abrem a palavra de Deus para interpretá-la de acordo com seus próprios desejos.

O homem passou a ser o centro no púlpito e por isso, o púlpito ficou vazio.

A maior necessidade do mundo é ouvir a palavra e Deus e compreendê-la, mas "como ouvirão se não há quem pregue?" (Romanos 10.14). Pela graça de Deus os pregadores verdadeiros da palavra, não foram extintos! Eles estão espalhados pelos quatro cantos do globo.

Mas nunca ouve um tempo em que tivemos tantos "pregadores" e tão pouco da palavra de Deus exposta. A mensagem central da Bíblia, a "boa notícia", anunciada pelos anjos e proclamada pelos apóstolos, deu lugar a uma pregação onde Deus tem o dever de abençoar quem procurá-lo, da forma como o líder da organização determinar, com data, hora e lugar marcados.

A pregação do arrependimento para a remissão de pecados foi trocada pela pregação de uma libertação mágica, imediatista, muitas vezes teatral e interesseira.

É preciso corrigir a direção que se tem tomado. Os púlpitos precisam se encher de proclamadores de Cristo, de quem exponha a palavra de Deus, sem interpretações fantasiosas e absurdas, de quem quer formar discípulos e não crentes mimados, de quem quer levar uma mensagem para que ouçam, creiam nela, e isso, independente das circunstâncias ou de uma "bênção financeira" de Deus. 

"Portanto, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem vem por meio da pregação a respeito de Cristo." (Romanos 10.17)

sexta-feira, outubro 9

Devocional do Elias - Dia de Pagamento

Dia de pagamento
Escrito por: Elias Rodrigues

Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de DEUS é a vida eterna em Cristo Jesus. Rm 6:23

A felicidade de todo mundo chega quando vai ao caixa eletrônico e retira o seu salário que consquistou depois de um mês inteiro de trabalho.
Começa a valorizar o trabalho e ter na consciencia que este pagamento é uma recompensa de seu serviço.
O Suor, o esforço, o stress, as horas dedicadas e as as reuniões transformaram-se em dinheiro, e isso lhe faz bem.
Mas no mundo espiritual, o que temos feito para recebermos o nosso salário?

A cada atitude nossa, o Senhor deposita algo no "caixa eletrônico espiritual" e estas atitudes são transformadas automaticamentes em salários que receberemos no final de nossa vida.Quando pecamos excessivamente, as nossas moedas se tornam tóxicas e nos matam.
Quando buscamos a face de Deus, é depositado uma jóia preciosa que nos dá o direito de "pagar" a entrada no céu.
Mas o salário vai depender do nosso trabalho.Para quem e em que temos trabalhado nesta vida?Estamos trabalhando para o pecado ou para a justiça?
O Pecado deposita morte, a justiça deposita vida.
Analise o que tem depositado, pode ser que hoje seja o dia de pagamento.
Vida ou morte? Depende do seu trabalho para estar perto do Senhor.

Que Deus te abençoe muitissimo.

Abraços

Elias Rodrigues
www.eliasrodrigues.com.br
www.twitter.com/eliasrodriguess

Meu próprio caminho?

Há os que creem que devem trilhar seu próprio caminho e que trilhar o caminho pisado não é original. Quanto está disposto a pagar pela originalidade? O preço pode ser muito alto...

meu próprio caminho...

Não há salvação seguindo-se o próprio caminho indiferente a Cristo. Dizem que não há mais sacrifício? O sacrifício existe até no respirar. Manter-se reto é sacrifício, manter-se salvo é sacrifício, manter-se na presença de Deus é sacrifício. Sem sacrifício diário do seu querer não há serviço prestado a Deus pois é necessário levar a sua cruz continuamente para seguir nas pisadas do Senhor Jesus (Marcos 8.34-38).

Como veio e se manterá sua salvação? Veio pelo sacrifício de Cristo? Agora, pela fé mantenha-se na presença de Deus pelo sacrifício contínuo. Tome sua cruz e O siga pois já foi dito: “Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-Me” (Marcos 8.34).


Trilhar o próprio caminho ou seguir o caminho trilhado pelo mestre mesmo sabendo que será um caminho tortuoso? Eu não tenho dúvidas, seguirei cada centímetro pisado pelo Senhor Jesus. Vem comigo pela porta estreita?

Rogério Bolanho

VAI ARREBENTAR!!! Acessou??? Arrebentou!!!

quinta-feira, outubro 8

Estrela Gospel

[clique na imagem para ampliar]


Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência


***

Fonte: Blog do PC@maral

Devocional do Elias - Recebendo Jesus

Recebendo JesusTamanho da fonte
Escrito por: Elias Rodrigues

Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome. Jo 1:11-12

É muito angustiante quando chegamos a algum lugar que desejamos muito, mas as pessoas não querem estar perto de nós.
Imagine você chegando na sua casa e ninguém quer falar com você, ninguém querendo você no local de trabalho,, etc..
Sentimo-nos rejeitados, como se fossemos a pior pessoa do Mundo.
Agora Imagine você indo se encontrar com seus filhos, pessoas que vieram de você, e todos lhe virarem as costas?
Foi isto que aconteceu com Jesus. Jesus ao vir neste mundo, desejava ansiosamente encontrar com todos os seus filhos, e com todos aqueles que diziam O aguardar, queria se encontrar com aqueles que diziam esperar com o coração aberto pelo Messias, mas quando o Messias chegou ninguém o Recebeu, ninguém o aceitou.
Mas não foi a ultima chance.
O Senhor é misericordioso e nos dá a oportunidade de O aceitar, pois na verdade não somos absolutamente nada para que Aceitemos Ele,é Ele que nos aceitou e veio para demonstrar o amor que Ele sente por cada um de nós.
Agora cabe a cada um receber e agradecer o Amor que Ele demonstrou na cruz.
Não perca tempo, receba o Senhor a partir de agora, e deixe Ele transformar a sua vida, fazendo de você FILHO DE DEUS.

Que Deus te abençoe Muitíssimo.

Abraços

Elias Rodrigues

www.eliasrodrigues.com.br
www.twitter.com/eliasrodriguess

quarta-feira, outubro 7

A VIDA MISSIONÁRIA E A REALIDADE PESSOAL


Quando a minha amiga missionária Daniela esteve nos visitando, aproveitei para colocarmos a nossa conversa em dia. Falamos acerca de muitas coisas. Uma das mais interessantes foi sobre a sua vida pessoal. Hoje ela trabalha no interior do Rio Grande do Sul, num ministério itinerante de evangelização. E ela me contou um lado muito peculiar de sua experiência missionária, que ora transcrevo, com a devida permissão dela:

Recentemente, quando estava conversando com um amigo, ele afirmou para mim:
---Você sabe que, como missionária, foi chamada para ficar solteira o resto da vida, não é?
--- Não, eu fui chamada pelo Senhor para ir ao campo missionário, e lá trabalhar para Ele! Parte dessa vida é solitária, ou, como você prefere chamar, é solteira.

Sim, por enquanto fui chamada para fazer a obra de Deus solitária. Eu sei que isto não será por muito tempo, pois eu desejo me casar ( no tempo que Deus preparar). E já que a minha vida está nas mãos de Deus, eu confio que Ele providenciará todas as coisas de que eu necessito; sei que tudo cooperará para o meu bem. Isso faz com que eu seja uma missionária solitária. Gerações inteiras de missionárias, antes de mim, passaram pelo que eu estou passando. Jamais me acostumei com a solidão, mas algumas coisas boas posso extrair dela...
Pois bem, desde pequena ouvia que, quando crescesse, casaria com um príncipe e seria “feliz para sempre”. Infelizmente o príncipe virou um sapo de brejo... mas essa é outra história. O que importa é que, num determinado momento da minha vida Deus me fez uma proposta:
---Você quer ficar e tentar, novamente, ter a vida que sonhou, ou Me acompanhar numa nova aventura? Sabe, o campo é grande e os ceifeiros são poucos...O que acha?
O sangue desbravador corre nas minhas veias, e naquela hora ele ferveu...
Enquanto decidia, falando “Sim!”, para Deus, parecia que falava “Não!” para uma vida de casada, de trabalho, de prestações mil, numa grande metrópole, essas coisas de gente ( que o mundo considera) “normal”.
Parece que escolhi entre desistir dos meus sonhos mundanos e me embrenhei numa nova aventura espiritual. Aventura essa ( aos olhos terrenos) incerta, em que só contaria com a suficiente graça do nosso Deus.
Não posso subestimar o significado de tal decisão. No momento em que nós, missionários, tomamos este rumo, sabemos que estamos sendo obedientes em seguir a Cristo, e isso é o mais alto conceito de liberdade; mas viver com os desdobramentos desta decisão é outra coisa!
Quando cheguei ao campo missionário percebi que muitos missionários eram casados. O povo do lugar também se casava antes dos 21 anos, com raríssimas exceções. Assim, eu era a “diferente” neste meio.Todos os outros missionários e missionárias eram bem mais jovens do que eu, o que acentuava o fato de eu “ser solitária”.
Um dos maiores desafios que uma pessoa solitária enfrenta no campo missionário é o fato de você estar sozinha, de uma forma que ninguém imagina exatamente como é. Você não tem ninguém, que conviva com você, que realmente saiba quem você é; que possa confortá-la nos momentos de estresse, e que pode lhe assegurar que você não está ficando louca! ( às vezes isso passa por nossa cabeça, sim). Isso faz com que você se sinta mal-compreendida. Parece que as pessoas só enxergam os seus defeitos, não suas qualidades.
O pior de tudo é não poder compartilhar das questões ministeriais, aquelas mais delicadas. Há a necessidade de falar das coisas espirituais, das dúvidas, dos questionamentos, dos aconselhamentos. Mas, com quem? É grande a falta, no campo missionário, de mentores.
Mas há um lado infinitamente prazeroso em estar solitária no campo. Podemos nos envolver com a cultura local, sem ter que nos preocupar com as coisas cotidianas da vida de um casal.
Outra coisa, no campo precisamos conhecer pessoas, e jamais ficamos de braços cruzados em casa. Não há opção: temos de sair, ganhar almas e discipulá-las para o Senhor.
Numa certa ocasião passei um mês na minha cidade natal, visitando as igrejas locais, alguns irmãos e familiares. Um dia, na estrada, ouvi uma música, que dizia assim: “Você é o meu lar”. A letra tinha o seguinte refrão: “ Nunca serei um estranho e nunca serei só. Onde quer que estejamos juntos, este será o nosso lar”...
Um dos momentos mais constrangedores do ministério missionário é quando você sente que não pertence a nenhum lugar e a nenhuma pessoa. Só quem vive este sentimento entende o que eu estou falando. O mundo é o lugar do missionário...e o mundo é vasto!
Mas dá para explicar um pouco... Quando revi meus amigos e parentes, e participei do seu dia-a- dia na metrópole, me senti deslocada. A vida deles contrastava radicalmente com a minha. Minhas necessidades eram outras. Não, jamais trocaria a minha vida pela deles. Deus me preparou na vida para viver assim, desapegada, e com valores diferentes.
Concluindo, sinto que Deus pôs algo dentro de mim que me faz sentir bem onde estou, do jeito que sou. Jamais me imaginei vivendo a vida que as minhas amigas e parentes casados vivem. Sinto que uma parte de mim morreria se eu não tivesse tomado a decisão de me aventurar, viver noutras culturas, amar as almas de povos que nunca imaginei amar, levando o amor de Cristo para cada uma delas. E quando comprovo a obra de Deus sendo feita nesses lugares, choro de alegria pela convicção do meu chamado.
Todo missionário é mal-compreendido, mas há um Deus que nos compreende.
Eu realmente tenho de olhar para trás, para os meus anos de casada, e agora de solitária, e agradecer a Deus por cada um deles. Nesta solidão eu cresci em Cristo. Desta solidão tirei grandes lições: aprendi, capacitada pelo próprio Deus, a acompanhá-Lo melhor nesta graciosa e excitante aventura.
Sei que os ventos de Deus soprarão novamente, e Deus me levará para outras terras, outros lugares. Pois para Deus não existem outros países ( falo de fronteiras geográficas), existem milhares de almas a serem ganhas para Cristo. Agora, quando Ele providenciar um marido para mim, para desfrutar desta aventura comigo, um marido preparado pela Sua graciosa mão...será ma-ra-vi-lho-so, não acha, caro leitor? O Deus que sirvo está preparando uma pessoa especial, feita só para mim, Deus sabe o que faz, e nEle espero!

terça-feira, outubro 6

O VOCABULÁRIO DA BÍBLIA PARA A SALVAÇÃO


O vocabulário do apóstolo Paulo com respeito a salvação é muito rico e nos ajuda muito neste assunto. Se observarmos as palavras que o apóstolo usa, vamos entender como compreendia a salvação, se ele defendia o livre-arbítrio do ser humano ou se ele defendia a soberania de Deus.


a) Προγνοσις (prognosis), At.2:23; 1Pd.1:2). É um substantivo derivativo de προγνοσκω (prognoskô), At. 26:5; Rm.8:29; 11:2, que significa:conhecer antes, saber, eleger de antemão. Prognosis significa: pré-ciência, pré-conhecimento.[1] Para alguns arminianos esta palavra apenas quer dizer que Deus conhece tudo antecipadamente, mas que ele não escolheu, só conhece. Devemos então observar o que C.E.B. Cranfield escreve:


"...egno (de gnosis) deve ser compreendido à luz do uso de Yada, em passagens como Gn 18.19, Jr 1:5, Am 3:2, onde o termo denota aquele conhecimento de uma pessoa de modo especial, que é a graça eletiva de Deus. A idéia expresssa por pro- é não apenas que a escolha graciosa de Deus, com relação àqueles que são mencionados, precedeu o conhecimento que eles têm dEle, mas que ela [ a escolha] teve lugar antes que o mundo fosse criado (cf. Ef. 1.4; 2Tm. 1.9; [e, dentro da mesma linha, 1Pe 1.20]".[2]


E Berkhof também observa:


"O significado das palavras prognoskein e prognosis no Novo Testamento não está determinado por seu uso nos autores clássicos, mas pelo significado especial de Yada’. Estes termos não denotam uma presciência ou previsão simplesmente intelectual, a mera informação antecipada acerca de algo, mas um conhecimento seletivo que considera a alguém com simpatia e o faz objetivo de seu amor, e deste modo chega perto da idéia de preordenação, At. 2:23; (compare-se com 4:28); Rm. 8:29; 11:2; 1Pd. 1:2."[3]


b) Λίρέομαι (aireomai), Fp. 1:22; 2Ts. 2:13; Hb. 11:25. Este é o verbo que significa: escolher, preferir alguém ou algo.[4] Quando o N.T. usa esta palavra com respeito aos salvos, está com isso declarando que a salvação só ocorreu porque Deus escolheu os santos de entre os perdidos.


c) Καλεω (kaleô), Gl. 1:15; Ef. 4:1; 1Ts. 2:12; 2Tm. 1:9; Hb. 5:4. Este é o verbo chamar, convidar. Tendo também o significado de selecionar alguém para assumir um cargo ou ofício.[5]


d) Έκλέγω (éklégô), Rm. 9:11; 11:5; Ef. 1:5. Este termo significa: escolher, eleger.[6] O uso desta expressão e suas declinações serve para acentuar o fato de que Deus seleciona um número determinado de entre a raça humana e os coloca em relação com Ele. [7]O uso destes termos pelos autores bíblicos mostra que na visão deles os que são agraciados com a salvação, são sempre escolhidos por Deus em primeiro lugar. Os escritores da Bíblia sempre tratam os salvo como: “eleitos, escolhidos, chamados” (Rm. 1:6,7; 8:28; 11:5,7; 1Co. 1:24; Ef. 4-5; Mc. 13:20,22; Hb. 9:15; 1Pd. 1:1-2; 2Jo.13; Ap. 17:14). A idéia de um grupo escolhido, selecionado se sobressai (Mt. 13:10; Mc. 4:10; At. 13:48; Tt. 2:14; Lc. 2:14. É para estes que Cristo veio se revelar (Mt. 11:27; 16: 13-17; Jo. 5:21).


Algo que se deve prestar muita atenção é no tempo em que a Bíblia diz que aconteceu esta escolha: “antes da fundação do mundo” (Ef. 1:4), ou “de antemão” (Rm. 8:29) Se Deus escolhesse alguém pelo que viu que este alguém seria no futuro, pela Sua presciência, esta escolha não poderia ser antes da fundação do mundo. Se fosse por algo que a pessoa fez, como “aceitar Cristo”, a escolha não seria antes da fundação do mundo. E isto segundo Paulo, não aconteceu de uma maneira aleatória, mas aconteceu “segundo o conselho Sua vontade” (Ef. 1:11). Não algo contra os planos de Deus, mas algo que Ele idealizou. Francis Folkes diz o seguinte:


“As palavras aqui usadas (Ef. 1:11) possuem esta força: primeiro da ação de Deus “ impulsar” (energountos), ou seja, “energizar” todas as coisas; portanto seu plano determinado (boulê, At. 2:23; 4:38; 13:36; 20:27); portanto seu querer ou vontade (thelema; vs. 5 e 9)". [8]


E hendriksen:


"O que determina o nosso destino não é nem a sorte e nem o mérito humano. O benevolente propósito - para que fôssemos santos e irrepreensíveis (v.4), filhos de Deus (v.5), destinados a glorificá-lo eternamente (v.6; cf. vv.12 e 14)- está estabelecido, sendo parte de um plano, que inclui absolutamente todas as coisas que sempre existiram e têm lugar no céu, na terra e no inferno; as do passado, as do presente e ainda as do futuro; que têm relação tanto com crentes como com descrentes, com anjos e com demônios, com atividades tanto físicas quanto espirituais, e com unidades de existência tanto grandes quanto pequenas; Deus não é só o autor, mas também o executor de tudo. A sua providência no curso do tempo é tão ampla como o é seu decreto desde a eternidade. O que Paulo declara literalmente é que Deus opera (opera com sua energia em) todas as coisas. A mesma palavra ocorre também nos vv. 19 e 20, a qual se refere à obra (=operação energética) do poder infinito do Pai de glória, que operou (=exerceu energeticamente) em Cristo quando o ressuscitou dos mortos".[9]


Assim, Paulo afirma que Deus opera (gr. Ένεργουντος = energountos, particípio presente do verbo ένεργέω (énergéô = operar, atuar, ser eficaz, cumprir, realizar))[10] em todas as coisas segundo os seus propósitos que não podem ser frustrados (Ef. 1:11, comp. Jó 42:2). Falando sobre esta palavra e outras da mesma família o Dr. William Barclay diz o seguinte:


"Lembremo-nos de que este grupo inteiro de palavras descreve não somente o poder, como também o poder eficaz, o poder que atinge o alvo e o objetivo que visa desde o inicio. Ora, é principalmente a Deus que estas palavras são aplicadas; transmitem, portanto, a mensagem da eficácia do poder de Deus... O poder de Deus é eficaz no mundo. Este não é um mundo que está fora de controle, mas um mundo onde Deus está operando as coisas (Ef. 1:11). Por detrás do enredo movimentado das coisas há desígnios; o caleidoscópio da experiência tem um padrão, e o criador daquele padrão é Deus".[11]


Joelson Gomes


NOTAS
_________________________


[1] RUSCONI, Carlo. Dicionário do Grego do Novo Testamento ( São Paulo: Paulus, 203), p. 388.[2] Citado em MUELLER, Ênio R. 1 Pedro-Introdução e Comentário (São Paulo: Vida Nova, 1991), pp. 70-71.

[3] Teologia Sistematica (Grand Rapids T.E.E.L., 1976), p. 131 (Tradução minha). “A presciência de Deus é muito mais que saber o que vai acontecer no futuro, inclui... Sua escolha efetiva.” RIENECKER, Fritz; ROGERS, Cleon. Chave Lingüistica do Novo Testamento Grego (São Paulo: Vida Nova, 2006), p.551.

[4] RUSCONI, Carlo. p. 25.

[5] Para uma boa discussão do emprego deste verbo veja: HOEKEMA, Anthony. Salvos pela Graça (São Paulo: Cultura Cristã, 2002), pp. 88-93.

[6] RUSCONI, Carlo. p. 157.

[7] RIENECKER, Fritz; ROGERS, Cleon. p. 386; BERKHOF, L. p. 132.

[8] Efésios- Introdução e Comentário (São Paulo: Vida Nova, 1981), p. 47. Para um comentário adicional sobre este versículo veja: FEINBERG, John, etc. Predestinação e Livre-Arbítrio, 3ª ed. (São Paulo: Mundo Cristão, 2000), pp.45-48.

[9] Efésios, pp. 112-113.

[10] Vd. RIENECKER, Fritz; ROGERS, Cleon. p. 387; RUSCONI, Carlo. p. 170.

[11] Palavras Chaves do Novo Testamento, 2ª ed. (São Paulo: Vida Nova, 2000), pp. 55,56.



sexta-feira, outubro 2

LUTERO E O LIVRE-ARBÍTRIO


Se existe realmente o “livre-arbitrio”, ele não parece ser capaz de ajudar os homens a atingirem a salvação, porquanto os deixa sob a ira de Deus (p. 19).

A conversão de qualquer pessoa acontece quando Deus vem até ela e vence-lhe a ignorância ao revelar-lhe a verdade do evangelho. Sem isso, ninguém jamais poderia ser salvo (p.20).


Judeus e gentios constituem a totalidade da humanidade, e todos eles estão debaixo da ira de Deus. Ninguém tem a capacidade de voltar-se para Deus. Deus precisa tomar a iniciativa e revelar-Se a eles (p. 20).

Ora, se todos os homens são possuidores de “livre-arbitrio”, e todos os homens são culpados e estão condenados, então esse suposto “livre-arbitrio” é impotente para conduzi-lo à fé em Cristo. Por conseguinte, a vontade dos homens, afinal, não é livre (p. 21).

Diz Paulo aos Romanos 7.7: “...pois não teria eu conhecido a cobiça, se a lei não dissera: Não cobiçarás”. Isto significa que o “livre-arbitrio” nem mesmo reconhece o que o pecado é! Como, pois, poderia chegar a conhecer o que é certo? E, se não sabe reconhecer o que é certo, como poderia esforçar-se por fazer o que é certo?

Comentando Rm. 3:21-25. Essas palavras são como raios contra a idéia do “livre-arbitrio”. Paulo faz distinção entre a justiça conferida por Deus e a justiça que vem mediante a observância da lei. O “livre-arbitrio” só poderia ser uma realidade se o homem pudesse ser salvo mediante a observância da lei (p. 26).

Aqueles que não têm fé não estão justificados; e aqueles que não estão justificados são pecadores, nos quais qualquer suposto “livre-arbitrio” só pode produzir o mal. Portanto, o “livre-arbitrio” nada é senão um escravo do pecado, da morte, de Satanás. Tal “liberdade”, enfim, não é liberdade alguma (p.32).

Como eu gostaria que meus opositores percebessem que quando advogam a causa do “livre-arbitrio”, estão negando a Cristo. Se podemos obter graça divina mediante o nosso “livre-arbitrio”, então não temos necessidade de Cristo. E, se temos a Cristo, não precisamos do “livre-arbitrio” (p.35).

Comentando Jo. 6:44,45. A vontade humana, por si mesma, é incapaz de fazer qualquer coisa para vir a Cristo em busca de salvação (p. 37).

Confesso que eu não gostaria de possuir “livre-arbitrio” ainda que o mesmo me fosse concedido! Se a minha salvação fosse deixada ao meu encargo, eu não conseguiria enfrentar vitoriosamente todos os perigos, dificuldades e demônios contra os quais teria que lutar (p. 39).

Um homem piedoso crê que Deus conhece de antemão e pré-ordena todas as coisas, e que nada acontece, senão pela sua soberana vontade. Nenhum homem, ou anjo, ou qualquer outra criatura, em vista de tais fatos, é dotado de “livre-arbitrio”. Satanás é o príncipe deste mundo e conserva cativos todos os homens, a menos que eles sejam libertos pelo poder do Espírito Santo (p. 41).

O poder do “livre-arbitrio” resume-se nisto- Satanás domina-o inteiramente, de tal maneira que o “livre-arbitrio” rejeita a graça de Deus. E também rejeita o Espírito Santo, o qual cumpre em nós a lei, visto que o “livre-arbitrio” imagina que é capaz de obedecer à lei mediante os seus próprios esforços (p. 65).

Você garante que todas as pessoas são idênticas - todas possuem “livre-arbitrio”. Todavia é a eleição por Deus que estabelece a distinção entre os homens. Sem a eleição divina, todos estão livres apenas para desafiar a Deus. Mas, você afirma que não há eleição. O resultado disso é que você está diante de um Deus impotente, e homens e mulheres estão sendo salvos ou condenados sem o conhecimento dele. Deus meramente exibe diante deles a sua bondade, e em seguida, nada mais pode fazer, senão, talvez, ir participar de algum banquete! Isso é o máximo que a razão humana pode conceber (p. 71).



Todas as citações são de: LUTERO, Martinho. Nascido Escravo, 2ª Ed.. São Paulo: FIEL, 2007.

GRAÇA PLENA


A Mentira

(João 8:44) “.... .... porque ele é mentiroso, e pai da mentira”.
(João 10:10) “O ladrão – o diabo – não vem senão a roubar, matar e a destruir”.

Jesus é o Caminho, a Vida e a Verdade. Quem de Deus é verdadeiramente nascido, é filho da Verdade, é filho de Deus e está na Salvação.

O diabo é o pai da Mentira. Quem de Deus não é gerado, é filho da Mentira, nascido é da Abominação!

O mentiroso sorri feliz ao pensar que enganou uma vítima de seus sofismas. Ah, insensato ser que pensa ser a mentira uma ponte, um degrau para sua salvação! ... É só caminhar um pouco mais, dar mais um tempo e, inevitável, brilha a Verdade, a Fausta Revelação!

Cai-lhe o riso da face, coração fica imperturbável e se dobra a coluna rija, o olhar sisudo... cala-se a altivez e fica o mentiroso tartamudo e mudo!

Pobre é aquele que crê que mentindo, falseando a verdade, será, um dia, em tudo rico! Ah, quão parco de discernimento é ele ao alimentar em si tamanho Mico!

A mentira a nada de bom leva e, a peça que prega é mais um ornamento hipócrita na lapela, enfeitando o peito daquele que a verdade nega!

É o galardão que ganha todo perdedor, ao achar que o brilho efêmero da mentira o torna um vencedor!

O mentiroso é um perigo iminente, uma ameaça àquele que desconhece a Verdade de Deus, pois acreditando na mentira maligna, não sabe, não conhece, ignora o inferno em que se meteu e, ao acordar da ilusória mentira, sente a alma ferida e desperta, porque a pisadura, a mágoa sentida doeu, provocado pelo fogo do inferno que ele próprio acendeu!

A Verdade de Deus gera, cria, é dádiva e constrói, enquanto a Mentira do Diabo mata, rouba e, satanicamente, vidas destrói!

E, nesta Verdade está o Caminho para uma vida santa, íntegra, inteira, plena.

Entretanto e entre atos, os incapazes de viver esta Verdade, colocam a mentira, a falsidade, a hipocrisia em ação e em cena e, no inferno, viverão a dura pena!

Incalculável é a intensidade do mal que a expressão da mentira provoca na alma, no emocional, no pensamento e na mente, podendo até matar, tal qual Veneno inoculado após o encantamento de uma Maligna Serpente!

A Mentira pode vestir-se de pura e santa podendo enganar todo aquele que a Verdade não vive, não semeia,não planta!

Pare de ser hipócrita, mentiroso e usurpador, a fim de que no jardim de sua vida, em seu pretenso “paraíso”, não nasça apenas uma flor, um rebento de dor!